Endodontia

Anatomia do Dente

Conhecendo a anatomia do Dente

A estrutura dental é composta por esmalte (camada mais externa e dura), dentina (abaixo do esmalte e um pouco mais macia), polpa (onde fica a vascularização e os nervos) e cemento (que envolve a polpa na porção radicular). O dente está ligado ao osso através dos ligamentos periodontais (que funcionam como um amortecedor) e este osso está coberto pela gengiva.


Quando os dentes estão sadios, o esmalte e a dentina protegem a polpa e quando esta proteção é rompida, alguns microorganismos podem chegar a polpa. Sabe-se que na cavidade bucal existem aproximadamente 500 tipos de microorganismos (bactérias).


A polpa dental é uma estrutura muito frágil e com a chegada dos microorganismos e suas toxinas, a polpa se desintegra e inflama, podendo levar a inflamações nas regiões apicais e a dor.

O que é Canal?

O que é Canal?

O canal ou polpa dental é a parte do dente onde se concentram os vasos sanguíneos e os nervos localizando-se dentro do dente.


Por que deve-se tratar o canal?

O Tratamento Endodôntico também conhecido por tratamento de canal tem por objetivo manter um dente em função mesmo quando é indicada a extração. Esse tipo de tratamento é realizado por diversas causas como: contaminação do canal por cáries, traumas oclusais (mordida forte ou errada) ou quedas, dentes com trincas, dentes que já sofreram tratamentos dentários extensos e as vezes, por indicação protética (quando a quantidade de dente remanescente é pequena necessitando a colocação de núcleo para ajudar a reter a restauração futura).

Esse tipo de tratamento consiste na remoção da polpa (nervos e vasos) do interior do dente e de possíveis tecidos inflamados, descontaminação da estrutura e modelação das paredes do canal para receber o material obturador (material que veda o canal).

A endodontia está em plena evolução com tratamentos quase que exclusivamente em sessão única, com equipamentos que favorecem a previsibilidade, além de serem realizados com microscópio operatório que magnificam a visibilidade.

Tratamento

Tratar o canal causa alguma dor e como é realizado?

Quando a polpa é contaminada por microorganismos e suas toxinas ou pela exposição dos nervos e vasos, podem causar dor.


Nos tratamentos realizados em nossa clínica a sintomatologia dolorosa durante e após a realização do tratamento endodôntico é praticamente inexistente.


Para a realização deste tipo de tratamento contamos com profissionais especializados e com o auxílio de equipamentos modernos como o aparelho rotatório que utiliza limas de níquel-titânio (limas flexíveis que possibilitam a realização de canais muitos curvos) e do microscópio operatório que amplia inúmeras vezes o canal a ser tratado além de ajudar na detecção de trincas dentais consideradas praticamente inexistentes, mas que podem levar a dor à mordida.


Após a realização do tratamento endodôntico é imprescindível a correta realização da restauração do dente (não pode deixar o dente aberto), pois sabe-se que em três meses o canal estará totalmente contaminado necessitando retratá-lo.

Saiba mais

Quer saber mais sobre o que a Endodontia pode fazer por você? Deixe seu e-mail no campo abaixo que a Topmaster enviará um material especialmente feito para ajuda-lo a conhecer todos os recursos e as mais diversas técnicas disponíveis para atender suas necessidades.