Dra. Gisele Costa Maffei

A relação entre sono e performance de atletas

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF), preocupada com a recuperação dos nossos jogadores, divulgou uma cartilha com o manual do sono

 

Uma noite de sono é fundamental para a saúde física e mental de qualquer ser humano. E como estamos em época de Copa do Mundo, não poderíamos deixar de falar do sono dos atletas. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF), preocupada com a recuperação dos nossos jogadores, divulgou uma cartilha com o manual do sono, já que um repouso profundo é fator importante no desempenho dos competidores.

O manual dá várias dicas em relação a como preparar o ambiente para dormir, a quantidade de horas de sono necessária, o uso de celulares e a televisão.

O dentista especializado tem uma participação fundamental na qualidade do sono do atleta, sendo capaz de intervir em alguns distúrbios, como é o caso do bruxismo. O apertar e o ranger dos dentes forçam a musculatura da face e provocam dores, que impedem o relaxamento profundo durante o sono.

Outro problema que também interfere na qualidade do sono é o ronco. Quando a pessoa faz um ronco e para, ocorre um micro-despertar. Esse micro-despertar acontece mesmo que o paciente não tenha acordado de fato. Porém ele saiu do ciclo do sono mais profundo, o que impossibilita o descanso necessário para restabelecer a energia essencial para obter um bom desempenho.

A boa notícia é que existe tratamento. Baseado em questionários, avaliações clinicas e alguns exames, o especialista define qual a conduta mais indicada para cada caso. O uso de dispositivos bucais, por exemplo, tem sido amplamente utilizado com resultados eficazes para a síndrome da apneia do sono e bruxismo.

Ao resolver problemas inerentes a falta de qualidade ao dormir, o atleta se torna capacitado para usufruir de uma boa noite de sono, e com isso, poderá atuar com excelência e alta performance durante uma competição.